REDE DE DRENOS DE AR CONDICIONADO

    Sabemos que a condensação da água dos aparelhos de ar-condicionado é inevitável, mas o ‘pinga-pinga’ não precisa existir.     Inclusive, em nossa cidade, a lei municipal 2.749/1999 estabelece regras e penalidades para impedir o gotejamento em vias públicas dos aparelhos de ar-condicionado. Já nas áreas internas dos condomínios, a decisão fica a cargo do consenso dos condôminos.⠀

⠀    Uma alternativa é a construção de uma rede de drenagem da água oriunda dos aparelhos, por meio da instalação de uma coluna em tubos de PVC, que se ramifica pela fachada até alcançar os aparelhos. Em seguida, conecta-se uma mangueira entre o aparelho e a coluna para que a água possa ser escoada. A conexão final pode ser um ralo ou até mesmo uma zona de reaproveitamento da água (reservatórios, jardineiras etc).⠀

   Outro ponto interessante é que a instalação pode ficar fixada externamente na fachada, o que facilita a manutenção periódica, ou ser embutida no emboço para um melhor acabamento da edificação.

 

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/4

IMPORTÂNCIA

    O dreno de ar-condicionado é a parte responsável por remover a água produzida pelo aparelho. O equipamento retira a umidade do ambiente quando está trabalhando, realizando o processo de condensação, que é quando a água passa do estado de vapor para o líquido. Todo ar-condicionado tem um sistema de drenagem, independente do tipo. Porém, normalmente, é um cano que sai pelo canto inferior do aparelho.

    Problemas comuns do ar-condicionado podem ter origem no dreno. Isto é, se ele não estiver em condições corretas, pode causar gotejamento na unidade interna, perda na eficiência do aparelho e até mesmo mau cheiro no ambiente em que o ar-condicionado está instalado. Se os maus cuidados são muitos, podemos ter infiltração nos sistemas e até panes no equipamento.